PROEX na Mídia | Universidade forma agentes multiplicadores para o combate ao Aedes aegypti com apoio do PIBID

PROEX na Mídia | Universidade forma agentes multiplicadores para o combate ao Aedes aegypti com apoio do PIBID

Publicado em 31/05/2016
Universidade forma agentes multiplicadores para o combate ao Aedes aegypti com apoio do PIBID

A Pró-Reitora de Extensão Universitária e coordenadora da Campanha Institucional de Combate ao Aedes aegypti da UFRN, a professora Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, conta que as ações de combate ao principal vetor de doenças como dengue, Zika e chikungunya se intensificaram em novembro, atendendo a um apelo da Secretaria Estadual de Saúde. No ano passado, no final de novembro, o Governo do Estado chamou as instituições - inclusive a UFRN - para uma reunião, onde se decretava a situação de emergência na saúde pública. O secretário de Saúde relatou a grave situação e o início da associação do Aedes com o nascimento de crianças com microcefalia. Naquele momento, nós voltamos para a Instituição com a necessidade de intensificar aquilo que já estávamos acostumados a fazer, relata a Pró-Reitora.


Os problemas causados pelo Aedes aegypti e as arboviroses geram reocupações nacionais, tanto que, pouco tempo depois da reunião local, todas as pró-reitorias de extensão universitárias do Brasil foram convocadas à Brasília pelo Ministério da Educação para articularem uma proximidade maior entre as universidades e as escolas de formação básica, buscando levar um maior número e informação correta, para dentro dessas instituições de formação educativa. A Universidade tem esse papel de formação, de formar multiplicadores, não apenas no nível de graduação e pós, mas também em todas as áreas, explica a professora Fátima Ximenes.


Leia mais em: Portal da UFRN

Ver todas as notícias

Faça parte dessa campanha

Envie-nos sugestões ou informações de água parada no campus. #OPROBLEMAÉSEU

Contate-nos